Cooperação Internacional | Centros de cooperação bilateral

CENTROS DE COOPERAÇÃO BILATERAL

Os Centros de cooperação bilateral objetivam potenciar a cooperação com zonas geográficas específicas fomentando a cooperação científica e universitária, o intercâmbio estudantil, intelectual e cultural e a promoção de atividades culturais e sociais.
  • Centro Franco – Argentino

    O Centro Franco-Argentino de Altos Estudos da Universidade de Buenos Aires (CFAAE-UBA) nasce do acordo assinado em 16 de julho de 1996 entre a Embaixada da França e a Universidade de Buenos Aires (UBA).
    O CFAAE contribui para a cooperação universitária e científica entre ambos os países mediante um acordo perdurável, estabelecendo autênticos programas de seminários correspondentes aos requisitos dos estudos universitários da UBA, de tal maneira que os estudantes que decidem cursá-los obtêm créditos válidos para doutorados e mestrados. Além disso, o CFAAE organiza conferências abertas ao público e colóquios, dá apoio aos estudantes,  oferece uma biblioteca especializada - posta à disposição da comunidade universitária-, e é um espaço de reunião entre os pesquisadores, cujos estudos são afins à França.
    Site do Centro Franco-Argentino



  • Centro Germano – Argentino

    O Centro Germano-Argentino da Universidade de Buenos Aires, inaugurado em dezembro de 2004, é o resultado da intensa cooperação e o intercâmbio acadêmico-científico - entre ambos os países.  Foi criado em conjunto com o DAAD, Serviço Alemão de Intercâmbio Acadêmico, com a finalidade de consolidar a longa história das Relações universitárias e de pesquisa germano-argentinas, assim como promover o estudo da cultura e o idioma dos dois países.
    O Centro Germano-Argentino desenvolve suas atividades em um contexto atual sumamente favorável para a cooperação interuniversitária entre a Alemanha e a Argentina, reforçando os laços existentes.
    Site do Centro Germano Argentino



  • Centro Confúcio da Argentina

    O Instituto Confúcio da Universidade de Buenos Aires, ICUBA, foi fundado no ano de 2009 com o objetivo de potencializar a relação entre a Argentina e a China, através do ensino e difusão da língua e da cultura chinesa. Esta relação, que está baseada em critérios de igualdade, reciprocidade e benefício mútuo, foi se consolidando progressivamente ao longo das duas últimas décadas e se apoiam em mais de 40 anos de laços comerciais e institucionais bilaterais. 
    O ICUBA desenvolve sua atividade no âmbito da Faculdade de Ciências Econômicas, forma parte da Universidade de Buenos Aires (UBA) e está aberto a toda a comunidade.
    Site do Instituto Confúcio