Sobre a UBA | Institucionales
INFORMAÇACO INSTITUCIONAL

Criado em 1821, a Universidade de Buenos Aires é uma das mais importantes instituições públicas de ensino superior da América Latina e um centro de referência nacional e internacional no campo da educação e formação profissional, pesquisa e extensão universitária.

 
  • ADMINISTRAÇÃO 
    A Administração da Universidade de Buenos Aires está constituída pelo Reitor e o Conselho Superior. O Reitor é eleito pela Assembleia Universitária (órgão de representação dos Claustros e faculdades) e dura quatro anos em suas funções.
    O Conselho Superior, por sua parte, está integrado pelo Reitor, os decanos das treze faculdades e cinco representantes por cada um dos Claustros: professores, graduados e estudantes.
    Cada Faculdade possui uma administração composta pelo Decano e o Conselho Diretivo, que está integrado por oito representantes dos professores, quatro dos graduados e quatro dos estudantes, todos eleitos por votação direta e obrigatória de seus respectivos pares.
    O Conselho Diretivo designa o Decano e Vice-decano, cargos que devem ser exercidos por professores da mesma faculdade.
     



  • AUTORIDADES 
    Reitor: Prof. Dr. Alberto Edgardo BARBIERI
    Vice-Reitor: Abg. Juan Pablo MAS VELEZ
    Secretária de Assuntos Acadêmicos: Lic. María Catalina NOSIGLIA
    Secretário de Ciência e Técnica: Dr. Ing. Aníbal COFONE
    Secretário de Pós-graduação: Dr. Adrián SCROCA
    Secretario de Relações Internacionais: Dr. Gabriel CAPITELLI
    Secretário de Extensão Universitária e Bem-estar Estudantil: Dr. Gustavo GALLI
    Secretario de Relações Institucionais, Cultura e Comunicação: Lic. Paula QUATTROCCHI
    Secretário Geral: Mgtr. Luis GENOVESI
    Secretário de Fazenda e Administração: Dr César ALBORNOZ
    Secretário de Planejamento de Infraestrutura: Arq. Eduardo CAJIDE
    Secretário de Educação Média: Mg. Oscar GARCÍA
    Secretário de Políticas de Desenho e Inovação Tecnológica: Me. Ariel MISURACA
    Secretário de Desenvolvimento e Bem-estar dos Trabalhadores Universitários: Sr. Jorge ANRÓ
    Auditor Geral da UBA: Contador Roberto VÁZQUEZ
    Coordenador Executivo da Unidade de Promoção de Qualidade Educativa: Méd.-vet. Marcelo MIGUEZ
     



  • HISTÓRIA  
    A Universidade de Buenos Aires foi criada por um decreto do governo da Província em agosto de 1821. A inauguração formal deu-se através de um ato na Igreja de São Ignácio no dia 12 desse mesmo mês, sendo assim a segunda universidade fundada no território argentino. Inicialmente foi estruturada em seis departamentos: Primeiras Letras, Estudos Preparatórios, Ciências Exatas, Medicina, Ciências Sagradas e Jurisprudência.
    Em 1881 a UBA passou a depender do Governo Nacional e em 1886 adotou a organização em Faculdades. As três primeiras a serem estabelecidas foram: Ciências Médicas, Direito e Ciências Sociais e Ciências Exatas.
    Em seus quase dois séculos de história, transformou-se em uma das mais importantes instituições públicas de educação superior da América Latina. Na atualidade, é um centro de referência nacional e internacional no ensino e formação profissional, pesquisa e extensão universitária.



PRÊMIOS NOBEL 

CARLOS SAAVEDRA LAMAS: Prêmio Nobel da Paz 1936 por sua mediação no conflito entre a Bolívia e o Paraguai. Saavedra Lamas foi o primeiro latino-americano condecorado com o Prêmio Nobel e foi Reitor da UBA de 1941 a 1943. 
BERNARDO ALBERTO HOUSSAY: Prêmio Nobel de Fisiologia ou Medicina de 1947 por seu descobrimento do papel desempenhado pelo hormônio do lóbulo anterior da hipófise no metabolismo do açúcar.
LUIS FEDERICO LELOIR: Prêmio Nobel de Química de 1970 por seu descobrimento dos nucleótido-açúcares e seu papel na biossíntese dos carboidratos.
ADOLFO PÉREZ ESQUIVEL: Prêmio Nobel da Paz de 1980 por sua luta a favor dos direitos humanos. É Doutor Honoris Causa da UBA e professor da Faculdade de Ciências Sociais.
CÉSAR MILSTEIN: Prêmio Nobel de Fisiologia ou Medicina de 1984 pelo descobrimento do princípio que permite a produção de anticorpos monoclonais.